Com o avanço da tecnologia, diversos ramos foram ampliados, entre eles a relação da odontologia com o período de descanso, conhecida como odontologia do sono.

Apesar desse estudo do setor odontológico ser uma grande novidade, possui grandes avanços tecnológicos, principalmente para a saúde do sono, podendo tratar roncos ou até mesmo apnéia.

Com isso, essa área é fundamental para quem possui grandes problemas ao dormir, principalmente porque está diretamente relacionada à respiração do indivíduo.

Neste artigo, iremos explicar mais sobre o que é a odontologia do sono e como ela pode te ajudar.

O que é a odontologia do sono?

A odontologia do sono é um dos avanços alcançados pelos estudos da medicina nessa área, que consegue tratamentos específicos para distúrbios do sono e que podem afetar a mastigação, por exemplo.

Por meio desses estudos é possível buscar grandes soluções para pessoas que possuem noites mais conturbadas.

Como é realizada a odontologia do sono?

O tratamento é realizado a partir de estudos sobre o sono do paciente e como ele se desenvolve nesse período. A análise é conhecida como polissonografia.

Com isso, é possível analisar a respiração e os batimentos cardíacos enquanto o paciente está dormindo, momentos de tensão e como isso se reflete no corpo.

A partir disso, é possível encontrar uma solução eficaz para o problema

No entanto, para que o tratamento desenvolvido seja realmente eficaz, seja por meio de medicamentos, controles ou contenções para mordida mais tensa (oriundas do estresse), é essencial contar com uma equipe especializada e até multidisciplinar.

Assim como informações sobre restauracao de dente quanto custa, é importante que ao pesquisar sobre os tratamentos – que estão ganhando mais divulgação com as novas tecnologias – ter atenção às orientações e materiais de profissionais.

Do mesmo modo, é muito importante contar com a indicação do seu médico, que conhecerá o seu quadro e as propostas mais adequadas.

Assim, com esse tratamento, pessoas que sofriam com problemas de insônia e demais consequências podem ter uma solução mais palpável.

Isso porque muitas pessoas acreditam que dificuldades no sono só podem ser tratadas com médicos neurologistas ou psiquiatras.

Contudo com os avanços da medicina, hoje existe uma forma muito mais acessível de solucionar esse problema.

Por exemplo, após a investigação da origem e consequências, um tratamento adequado diz respeito à saúde bucal e ao acompanhamento da correção de mordida, por exemplo.

Ou seja, é possível ter noites mais tranquilas de forma mais acessível, com o mesmo profissional que realiza procedimentos comotratamento de canal preço?

Por isso é importante consultar profissionais especializados e contar com uma equipe multidisciplinar para buscar tratamentos do sono. Afinal, do mesmo modo que o estresse pode causar a insônia, ele pode originar ou intensificar o bruxismo, por exemplo.

Qual a importância do setor odontológico no tratamento?

Conforme o nome indica, e após as informações trazidas neste texto, o estudo se relaciona diretamente com a saúde e bem-estar das pessoas, evidenciando a importância dessa área.

Contudo, mais do que essa relação, a odontologia do sono consegue propor avanços que outras redes não têm facilidade para acessar.

Isso porque alguns problemas que se apresentam durante o sono são causados por fatores dentários, podendo gerar o ronco ou a famosa apneia do sono.

Assim, na odontologia do sono a arcada dentária pode ser analisada para verificar a necessidade de procedimentos que podem compor o tratamento, como o uso de aparelho ortodôntico ou contenções.

Esse recurso é indicado pois ele consegue alinhar os dentes de modo adequado, trazendo mais facilidade na respiração e mastigação, além de diminuir a tensão exercida entre os dentes superiores e inferiores.

Vale destacar que apesar de muito benéfico, o tratamento e as soluções só poderão ser oferecidas após a análise do quadro do paciente, de acordo com as suas necessidades.

Afinal, assim como cada corpo reage de uma forma, a causa do problema também pode ser diversa.

Lembre-se: da mesma forma que um implante dentário é feito de acordo com a necessidade de cada cliente, com as medidas adequadas para facilitar o encaixe, os tratamentos que são oferecidos por esse estudo também devem ser personalizados.

Cabe ressaltar ainda que o cirurgião dentista se torna peça chave na identificação das síndromes que afetam o sono

Isso porque, são profissionais que têm mais contato com o paciente e conseguem visualizar a estrutura óssea e as vias responsáveis pela respiração adequada, principalmente no caso da apneia.

Após a identificação, o tratamento pode ser auxiliado por diversos procedimentos vinculados ao setor odontológico, como os aparelhos e moldes mencionados anteriormente, que podem – por exemplo – corrigir os dentes que podem afetar a passagem do ar.

Se necessário, pode haver a indicação de cirurgias para ampliar os espaços envolvidos na passagem do ar.

Por fim, o acompanhamento desse profissional é necessário pois, apesar de não ser o único fator direto, a apneia pode favorecer o ressecamento das mucosas.

Além disso, com o maior tempo de respiração bucal e com ela aberta, a formação de cáries e bactérias podem ser intensificadas. Ou seja, da identificação ao tratamento, o odontologista é essencial para solucionar o problema e prevenir demais agravantes.

Esse procedimento pode ser feito em menores de idade?

Sim, como problemas noturnos não dependem de idade, o tratamento pode ser indicado para crianças e adultos. Nestes casos, o que mudará é o formato de tratamento.

Isso porque antes de qualquer procedimento será realizada uma análise sobre qual a origem do problema e as soluções mais adequadas.

Na primeira infância, por exemplo, atividades que reforcem a respiração pelo nariz podem ser indicadas, além do uso do aparelho.

Além disso, realizar um estudo sobre a saúde noturna da sua família também é importante, pois em alguns casos a insônia, suas causas ou consequências podem ser um problema genético.

Após estudos e soluções, o problema pode voltar?

Sim, problemas no sono podem voltar a acontecer, mas dificilmente pelo mesmo motivo.

Assim, cabe uma nova avaliação para identificar o novo agente causador, como pneumonia ou estresse.

Com isso é muito importante realizar o acompanhamento com o cirurgião dentista de modo adequado é essencial para a manutenção da saúde.

Sendo assim, além de solucionar o seu problema de maneira mais ágil, você ainda manterá a sua higiene bucal saudável.

Com essas informações, se você possui alguma dificuldade ou complicação ao dormir não perca tempo e tente agendar a sua consulta com um cirurgião dentista o mais rápido possível.

Dessa forma você garantirá noites mais tranquilas e mais disponibilidade para todos os seus dias.

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora da empresa Clínica Ideal.