Por que sentimos tontura?

 

A tontura, ou perturbação do equilíbrio corporal, é um sintoma muito comum no dia a dia das pessoas. Geralmente a tontura é associada à problemas no ouvido interno (labirinto), que, por sua vez, é afetado por algumas doenças ou pela variada quantidade de medicação ingerida. Raramente pode ser relacionada à problemas visuais, neurológicos ou psicológicos. Seus sintomas mais comuns são instabilidade, atordoamento, visão borrada, zumbido no ouvido, náuseas, vômitos e sensação de flutuação.

A tontura também pode ser caracterizada por:

  • Vertigem. É quando se perde o equilíbrio corporal, parecendo que tudo à sua volta está rodando. Náuseas, vômitos e palidez podem surgir acompanhadas desta condição. Em sua maioria, a vertigem é causada por doenças referentes ao ouvido (síndromes vestibulares periféricas).

 

  • Diabetes. Em alguns casos, pessoas com diabetes tipo 1 e, raramente, de tipo 2, possuem casos de Hipoglicemia (elevada queda de glicose no sangue), e a tontura é um dos seus sintomas, além do suor frio, sensação de desmaio e náuseas.

 

  • Doença de Ménière. É uma doença crônica causada pelo aumento da pressão da endolinfa; um líquido que fica no labirinto (ouvido). Com este aumento, as células do ouvido responsáveis pelo equilíbrio são afetadas, podendo desencadear em Labirintite, que por sua vez causa tontura, falta de equilíbrio, zumbido, entre outros sintomas menos pertinentes.

 

  • Pressão baixa. Também chamada de hipotensão. Acontece quando não há quantidade significativa de sangue fluindo no cérebro. Tontura, alterações de visão, sensação de desmaio são alguns de seus sintomas.

 

  • Anemia. Acontece quando há falta de oxigênio ou nutrientes no corpo. O mais comum de se faltar é o ferro, o que pode desencadear em fraqueza, palidez e na tontura.

 

  • Problemas no coração. Arritmia cardíaca, doenças das válvulas cardíacas e coração grande são doenças que podem causar tontura. Outra é a Síndrome de Vasovagal, que é quando o paciente apresenta queda repentina e brusca da pressão arterial ou da frequência cardíaca; geralmente em situações de alto estresse, quando se fica muito tempo sem praticar exercícios ou, também, quando se faz exercícios além do recomendável.

 

  • Labirintite. É uma doença que afeta o labirinto (ouvido), sendo suas estruturas responsáveis pela audição e pelo equilíbrio. Ela causa tontura, vertigem e sensação de desmaio.

 

 

Desequilíbrio, o que pode causar?

 

Um dos sintomas mais comuns que desencadeiam a tontura é a falta de equilíbrio corporal. A pessoa perde a sensação de equilíbrio e começa a cambalear e sentir a tontura constantemente. Geralmente acontece em idosos. Existem situações que podem causar este sintoma.

São elas:

  • Doenças neurológicas. Parkinson, AVC, Alzheimer e tumor cerebral;

 

  • Pancada na cabeça;

 

  • Perda da sensibilidade. Acontece nos pés e nas pernas, geralmente por causa da diabetes;

 

  • Uso de álcool ou drogas;

 

  • Uso de remédios. Mais adiante você encontrará uma lista completa de remédios que podem causar tontura*. 

Estou sentindo tontura, o que posso fazer?

Calma. Respire fundo e siga os seguintes passos :

  • Não fique perto da janela ou do prédio, pode ser uma vertigem.

 

  • Deite no chão e feche os olhos;

 

  • Continue respirando fundo e foque nisso;

 

  • Após melhorar, levante com bastante calma.

 

Melhorou? Caso não:

– Deite-se de novo e peça auxílio para alguém.

 

Tabaco, nicotina e outras substâncias presentes no cigarro são tóxicas ao labirinto (ouvido), ou seja, podem provocar ou piorar a tontura.

 

 

Os sintomas continuam, e agora?

É uma situação realmente desagradável. Procure se acalmar o máximo possível. Existem tratamentos e medicamentos para resolver esse problema.

Primeiro, faça o seguinte:

  • Consulte um médico para verificar os motivos da tontura;

 

  • É importante ficar em repouso até a averiguação;

 

  • Talvez você tenha que tomar algum medicamento (como fitoterápicos) e fazer alguns tratamentos (Exercícios de reabilitação labiríntica.);

 

Quais medicações podem causar tontura?

Primeiramente, não se automedique. Existem uma série de remédios que podem influenciar na tontura e, posteriormente, no desequilíbrio corporal.

         São eles:

  • Relaxantes musculares; Baclofeno e Ciclobenzaprina.

 

  • Anti-Inflamatórios; Cetoprofeno, Diclofenato, Nimesulida e Piroxicam.

 

  • Remédios para controle de pressão ou de batimentos cardíacos; Verapamil, Propranol. Metildopa, Hidroclorotiazida, Anlodipino, Nifedipino, Captopril, Enalapril e Loratadina.

 

  • Antibióticos, antifúngicos e antivirais; Metronidazol, Cefuroxima, Cefalotina, Cefalexina, Ciprofloxacino, Estreptomicina, Gentamicina, Amicacina, Claritromicina, Cetoconazol e Aciclovir.

 

  • Antialérgicos; Loratadina, Prometazina e Dexclorferinamina.

 

  • Sedativos e ansiolíticos; Diazepam, Clonazepam e Lorazepam.

 

  • Remédios para diabetes; Insulina, Gibenclamida e Glimepirida (causam queda de glicemia no sangue).

 

  • Remédios para asma; Salbutamol e Aminofilina.

 

  • Antiespasmódicos; Hioscina e Escopolamina (são usados para tratar cólica).

 

  • Remédios para combater vermes e parasitas; Quinino, Albendazol e Mebendazol.

 

  • Anticonvulsivantes e Antipsicóticos; Haloperidol, Quetiapina, Risperidona, Carbamazepina, Fenitoína e Gabapentina.

 

  • Remédios para Parkinson ou alterações de movimento; Seleginina, Levodopa, Carbidopa, Biperideno.

 

  • Remédios para colesterol e triglicerídeos; Lovastatina, Genfibrozila, Atorvastatina e Sinvastatina.

 

  • Quimioterápicos ou imunossupressores; Flutamida, Metotrexato e Tamoxifeno.

 

  • Remédios para próstata ou retenção urinária; Doxazosina e Terazosina. 

 

O que posso tomar ou comer em casa para aliviar a tontura?

Você pode tomar alguns remédios caseiros para aliviar essa sensação. Lembre-se de não exagerar ao comer ou beber e fique atento(a) com as suas possíveis restrições alimentícias.

São eles:

  • Água. Pode ser desidratação. Parece óbvio, mas o nosso corpo precisa sempre estar hidratado para que os nutrientes cheguem onde devem chegar e tudo funcione bem. O ouvido interno, por exemplo, é um órgão que está totalmente ligado ao nosso equilíbrio. Para ele se sintonizar corretamente com o cérebro, precisa de líquido para enviar os fluidos ao sistema nervoso.
  • Banana. Possuí potássio,  que auxilia na distribuição de água no organismo;
  • Mel. Se o problema for decorrente do cansaço, o mel ajudará dando mais energia para o seu corpo, por possuir açúcares naturais;
  • Limão. A vitamina C encontrada no limão auxilia na absorção de ferro, que evita problemas como a anemia (causadora de males como a tontura);

 

 

 

Medos e crises nervosas podem acarretar na tontura. Mas fique calma(o), esse problema tem solução.

Quem faz o diagnóstico?

O Otoneurologista. A otoneurologia é uma ramificação da otorrinolaringologia (que trata ouvido, nariz e garganta) especializada no tratamento e diagnóstico do desiquilíbrio corporal e de transtornos de audição; relacionando-os ao sistema nervoso.

 

Como a tontura é diagnosticada?

Depende do histórico médico e psicológico da pessoa. O otoneourologista faz alguns procedimentos para avaliar o equilíbrio corporal e a audição.

Seguem alguns exames pedidos pelo médico:

  • Posturografia: a chamada PDC (posturografia dinâmica computorizada). Avalia o equilíbrio junto às percepções visuais, somatossensoriais (condição que nos faz sentir a temperatura, tato, posição do corpo e dor) e vestibulares (audição junta ao equilíbrio corporal). O desiquilíbrio acontece quando há a modificação destes fatores.

No exame, o paciente é colocado em pé sobre uma plataforma e são efetuados os seguintes testes:

  • Posição fixa com os olhos abertos;
  • Posição fixa com os olhos fechados;
  • Plataforma fixa, com os olhos abertos, com movimento à sua volta;
  • Plataforma em movimento com os olhos abertos;
  • Plataforma em movimento com os olhos fechados;
  • Plataforma em movimento, com movimentos à volta e olhos abertos.

São 20 segundos de duração para cada um dos testes. O resultado é comparado com as porcentagens normais de faixa etária e altura.

*Deve-se suspender a medicação para vertigem 3 dias antes dos exames. Converse com seu médico.

 

  • Eletronistagmografia: também conhecido como ENG. É feito para avaliar indiretamente a função vestibular, referente ao equilíbrio corporal, através dos movimentos oculares. Tonturas, vertigem e transtornos de equilíbrio também são examinados.

No exame são utilizados eletrodos abaixo dos olhos do paciente para se avaliar a movimentação ocular. É dividido em 3 partes:

  • Avaliação oculomotora, na qual é feita a medição da qualidade, latência (ação e resposta da ação) e velocidade do movimento ocular;
  • Posicionamento ocular;
  • Estimulação calórica do sistema vestibular, feito para avaliar a qualidade do reflexo.

O exame tem como objetivos verificar a integridade do sistema vestibular (responsável pelo equilíbrio), confirmar se há lesão no labirinto (ouvido), se existem alterações periféricas e centrais do sistema ocular, identificar se existem agentes etiológicos (vírus, bactérias e protozoários) causando conflitos no organismo e, por fim, determinar qual o tratamento adequado.

 

Alguns alimentos podem estimular o labirinto (ouvido) e facilitar a tontura; cafeína do café e refrigerantes e a proteína presente em chás de ervas.

 

Como é feito o tratamento?

Depende de cada caso. O médico irá analisar se é necessária a remoção da causa, ou se apenas deve ser feito o seu controle.

Podem ser feitos alguns exercícios para reabilitar o equilíbrio corporal, utilizando movimentos de cabeça, pescoço e olhos e combinando-os à marcha (andar). Tudo depende da situação do paciente, podendo começar o tratamento deitado, depois sentado, em pé e, por último, andando. Veja alguns exemplos:

  • Focalizar o dedo, afastá-lo e aproximá-lo;
  • Movimentar os olhos para cima e para baixo;
  • Atravessar o local com os olhos abertos e com os olhos fechados;
  • Jogar uma bola de uma mão para a outra, acima do nível dos olhos;

 

Tontura pode ser pressão baixa. Deite-se no chão e apoie suas pernas em uma altura elevada, acima da cabeça.

Clínica Sepam: exames, tratamentos e cirurgias

Marque uma consulta em nossa clínica. São mais de 20 anos tratando ouvido, nariz e garganta.. Aqui você faz consultas , exames e tratamentos,em um só lugar.

http://clinicasepam.com.br/sepam/

 

 

 

 

 

Saiba mais acessando estes links:

https://www.tuasaude.com/causa-da-tontura/

 

https://www.minhavida.com.br/saude/temas/labirintite

 

https://www.ibccoaching.com.br/portal/conheca-os-principais-sintomas-da-labirintite-emocional-e-saiba-como-controla-los/