É comprovado que uma boa noite de sono pode trazer uma série de benefícios, e uma noite mal dormida pode trazer prejuízos para o organismo. Dessa forma, é fundamental lutar pela sua qualidade do sono.

De modo geral, a recomendação é que as pessoas durmam por pelo menos 8 horas ao dia, podendo variar de acordo com o funcionamento do organismo.

Visto que, existem pessoas que precisam de algumas horas a mais para se sentirem bem durante o dia e outros que com apenas 6 horas já conseguem descansar o suficiente.

Independentemente de quantas horas você dorme, é importante a qualidade do sono, ou seja, é fundamental que você não seja interrompido durante esse período, não fique acordando de maneira involuntária, etc.

Porém, infelizmente essa não é a realidade de todas as pessoas. Grande parte da população brasileira, por exemplo, não conseguem dormir adequadamente.

Segundo uma pesquisa da Associação Brasileira do Sono, 65% dos brasileiros têm problemas com a qualidade do sono.

Nesse artigo veremos sobre 4 problemas ou doenças que podem afetar a qualidade do sono, trazendo prejuízos para o organismo de diversas pessoas, como:

  • Dores corporais;
  • Fadiga acumulada;
  • Preguiça;
  • Cansaço;
  • Queda no desempenho.

Apneia do sono

A apneia do sono é uma condição que está muito ligada a formação e posicionamento dos dentes, mandíbula e boca de modo geral.

É justamente por conta dessa condição que muitas pessoas percebem que necessitam utilizar aparelhos odontológicos, como o aparelho ortodôntico safira.

A apneia consiste em um interrompimento das vias respiratórias do sono, que são causadas justamente por esses problemas na formação da boca.

Quando as vias respiratórias são interrompidas, o portador acaba ficando sem respirar por alguns segundos e acorda abruptamente. 

Essa condição dificulta o sono durante vários dias, até que o paciente busque soluções adequadas para corrigir a situação. 

Como dissemos, o uso de aparelhos, como o aparelho de porcelana pode ser recomendado para ajustes estruturais nos dentes e na mandíbula, permitindo que o ar ultrapasse as vias respiratórias da boca e não ocorra esse interrompimento.

Mas, é importante que esse tipo de procedimento seja acompanhado com outras estratégias, como perda de peso, diminuição do fumo, uso de máscaras de oxigênio, entre outras. 

Bruxismo

O bruxismo é mais uma condição que pode afetar a sua qualidade de sono e também está relacionada a formação e posicionamento dos dentes.

Essa patologia consiste no ranger dos dentes, mesmo que de forma involuntária, diversas vezes ao dia, especialmente durante o sono.

Quem possui bruxismo sabe que essa ação de ranger os dentes acontece naturalmente, em decorrência de estímulos como o estresse e ansiedade.

Durante o sono, especialmente quem dorme com o seu aparelho dentario invisivel, pode se intensificar, sendo importante retirar o aparelho. 

As soluções para essa condição estão em tratamentos realizados tanto em consultórios médicos, odontológicos e até mesmo psicológicos para “atacar” esses estímulos, diminuindo a ocorrência do estresse e a ansiedade.

Em certos casos, pode ser necessário o uso de uma placa de bruxismo, que é diferente das facetas de resina composta e dos aparelhos ortodônticos, apesar de muitas pessoas se confundirem.

A placa ajuda a posicionar corretamente  a mandíbula, maxilar e dentes, a fim de evitar esse processo de ranger os dentes constantes. 

Insônia

A insônia talvez seja a condição mais famosa que afeta diretamente a qualidade do sono da população. Ainda de acordo com a Associação Brasileira do Sono, mais de 73 milhões de brasileiros sofrem com a insônia.

Essa condição se caracteriza pelas dificuldades em iniciar e manter o sono, já que mesmo que você durma, você pode acabar acordando diversas vezes durante esse período. 

A insônia pode ser decorrência de cansaço acumulado, estresse e até doenças mais problemáticas, como depressão  e doenças neurológicas.

Como dormir melhor?

Se você estiver passando por uma situação de não conseguir dormir, é interessante fazer mudanças na sua rotina.

Evitar bebidas cafeinadas à noite, consumo excessivo de álcool, fazer atividades físicas pela manhã, comer leve no jantar e tentar relaxar durante a noite pode ajudar.

Em casos mais sérios, em que nada está adiantando, é interessante buscar a ajuda de especialistas. Dentistas podem ajudar em alguns casos, como vimos anteriormente.

Além de oferecer tratamentos odontológicos variados, como uso de faceta em resina, eles podem trabalhar para corrigir alguns problemas dentários que facilitam o sono. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde.