Cuidar da higiene bucal dos bebês é extremamente importante para a saúde dos pequenos, crescimento saudável dos dentes e até para o devido fortalecimento do organismo.

Para isso, os processos de cuidado com a saúde e higiene devem começar desde muito cedo, antes mesmo dos primeiros dentes nascerem, higienizando as gengivas após a amamentação.

Quando o primeiro dente rompe a gengiva, o que acontece geralmente até o sexto mês pós-nascimento, já deve-se marcar a primeira consulta com um odontopediatra para a avaliação do bebê e indicação das melhores formas de cuidado e higienização.

Com isso, a visita ao odontopediatra se tornará mais frequente, seja para as avaliações de rotina ou para auxiliar nos processos de nascimento dos demais dentes e higienização correta, como dicas para amenizar o incômodo.

Assim, para ter um melhor custo-benefício e acompanhamento mais próximo, é interessante manter as consultas em uma mesma rede/profissional, facilitando o controle sobre o quadro do pequeno.

Para isso, contratar um plano odontologico pode ser bastante vantajoso, possibilitando marcações mais ágeis e profissionais especializados no atendimento infantil.

Além disso, o pagamento se torna mais facilitado, podendo ser feito mensalmente, ao invés de realizado a cada consulta – que pode apresentar um valor mais elevado.

Para além do acompanhamento profissional, os cuidados diários também são cruciais para a manutenção e educação dos bebês e crianças sobre higienização e saúde bucal. Por isso, confira nos tópicos a seguir como cuidar da cavidade oral dos bebês.

Como higienizar os dentes do bebê e crianças

Até o nascimento dos primeiros dentes, a limpeza bucal do bebê deve ser feita utilizando uma gaze com água filtrada ou fervida, passando por toda a gengiva, sem a utilização de outros produtos, como o creme dental. 

Inclusive, todos os movimentos devem ser delicados para que as gengivas não sejam machucadas e os resíduos removidos adequadamente, possibilitando que os dentes nasçam corretamente e saudáveis.

Inclusive, para uma frequência mais clara e eficiente para higienizar a boca dos bebês, é preciso adotar uma rotina.

Por exemplo, segundo especialistas de convenio odontologico empresarial ou particular, deve-se fazer a limpeza diariamente, dando preferência a realizá-la nos mesmos horários. 

O mais indicado é priorizar a higienização no horário da noite, criando uma rotina e evitando a ação de bactérias, já que nesse período é mais propício que ocorra sua proliferação. Tal atenção deve ser tomada em toda a fase de crescimento da criança.

Com relação aos processos de higienização, quando nascerem os primeiros dentes a limpeza pode começar a ser feita por meio da escovação e creme dental. 

Contudo, o mais indicado é que se faça o uso de uma dedeira de silicone para ajudar na higienização até que a estrutura dental esteja mais completa. 

As escovas para os bebês devem ser macias para não causar nenhuma ferida, demandando delicadeza no momento de higienizar os dentes. 

Elas devem ser constituídas com cerdas macias ou extra-macias e com cabeças pequenas, além das bordas serem na forma de círculo para conseguir limpar todos os cantos e espaços da boca. 

Inclusive, além da preocupação com a limpeza dos dentes dos bebês, também é necessária a atenção para a higienização dos próprios instrumentos que são utilizados.

Os instrumentos que são utilizados na higienização estão em constante contato com o mundo externo e, ao mesmo tempo, a boca é uma cavidade que está exposta às bactérias, podendo ser uma porta de entrada para a proliferação dessas impurezas pelo organismo. 

Portanto, descuidos com a higienização da boca do bebê ou da escova do pequeno podem causar inflamações nas gengivas e mais problemas na saúde bucal. Por isso é necessário armazená-los com o devido cuidado e trocados ao menos a cada 3 meses.

Quando os pequenos já começam a se alimentar com refeições mais sólidas, a higienização também deve acompanhar esse processo. 

Como são refeições mais densas e que visam fortalecer a estrutura bucal, a rotina de higienização também deve ser intensificada.

Para isso, a criança deve escovar os dentes pelo menos três vezes por dia, ao final das principais refeições, além de passar o fio dental diariamente.

O uso do enxaguante bucal infantil diariamente também pode ser feito, com a devida atenção para evitar o excesso de flúor ou mesmo a ingestão deste produto. Por esse motivo, não é indicado seu uso para os pequenos menores de 6 anos.

Inclusive, em relação ao flúor, seu uso em excesso pode prejudicar a estrutura dental, fazendo que os dentes permanentes nasçam mais sensíveis e/ou manchados. 

Por isso, o uso do creme dental deve ser feito com cautela, na quantidade recomendada pelo odontopediatra.

Uso do creme e ludicidade na escovação

Os especialistas de plano odonto empresarial ou particular recomendam que se utilize pouco creme dental, devido à quantidade do flúor, como mencionado anteriormente.

Para isso, a quantidade ideal da pasta para efetuar uma escovação é equivalente a um grão de ervilha, a partir dos três anos. 

Isso porque a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) já alertou sobre o risco das crianças terem fluorose bucal, que pode mudar a coloração ou manchar os dentes, bem como – se não for devidamente acompanhado, causar a perda dos dentes.

Assim, com a higienização correta e cuidados em relação aos produtos usados, é possível promover mais saúde e resistência aos dentes, evitando problemas como:

  • Halitose;
  • Cárie;
  • Gengivite;
  • Inflamações.

Cabe ressaltar que para reduzir incômodos durante o crescimento e incluir uma rotina eficiente de higienização algumas técnicas também podem ser usadas.

Por exemplo, ao nascer dos primeiros dentes, mordedores podem ser liberados para estimular as gengivas e reduzir a dor e “coceira” que pode surgir. 

Oferecer alimentos mais rígidos e congelados também pode ser benéfico, como a maçã e a cenoura, pois fortalecem o maxilar ao mesmo tempo em que reduz-se o inchaço gengival e a dor que pode causar ao bebê.

Já em crianças maiores, o maior desafio pode ser em relação à introdução de uma rotina eficiente de escovação. 

Assim, transformar esse momento em um espaço de lazer, diversão e interação com os responsáveis é uma estratégia bem quista, principalmente se atividades de interação e educação sobre a importância desse momento forem estimulados.

Passo a passo: Como higienizar a cavidade oral do bebê

Como pode ser visto ao longo do conteúdo, para fazer a escovação dos dentes do bebê é preciso muitos cuidados para não ferir e trazer incômodos ao momento, impactando na aversão a esse momento, ou mesmo na saúde bucal do pequeno. 

Portanto, deve-se:

  • Escovar com movimentos leves, em toda a cavidade oral;
  • Utilizar os produtos corretos para cada faixa etária;
  • Usar fio dental para remover restos de alimentos a partir dos 5 anos;
  • Higienizar a língua do bebê;
  • Estimular a mastigação ao longo do dia, por meio de frutas;
  • Recorrer a brincadeiras, filmes ou desenhos para distração e educação.

Em relação às frutas e à mastigação, é preciso dizer que a própria salivação estimula a higienização natural da arcada e, por esse motivo, alimentos mais rígidos após o nascimento dos dentes podem ser grandes aliados.

Importância de um plano odontológico para cuidar da saúde bucal dos bebês

Conforme já foi dito, durante a infância, a frequência de consultas com um odontopediatra pode ser maior em relação a outras fases da vida.

Portanto, um fator aliado e que deve ser considerado pelos pais para a devida saúde e acompanhamento do bebê é a realização de um convenio odontologico com alguma operadora. 

Para os pais que trabalham em alguma empresa, é aconselhável ver se há abrangência em algum benefício para contemplar o bebê, garantindo atendimento médico e odontológico de qualidade.

Isso porque o plano promove um acompanhamento mais próximo, com registro mais facilitado das necessidades de cada membro da família, possibilitando mais qualidade de vida a longo prazo.

Portanto, é interessante verificar o plano dental coletivo empresarial para que a família como um todo tenha um sorriso cada vez mais saudável.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.