Cuidar da sua saúde e higienização bucal é extremamente importante, não só para os dentes, mas para o corpo inteiro. Além disso, para evitar o mau hálito e doenças periodontais, escovar os dentes corretamente, bem como realizar consultas recorrentes, se mostram fundamentais para uma saúde íntegra.

Por isso, será tratado acerca de como o mau hálito pode acarretar (ou indicar) doenças mais graves, sendo necessário o tratamento imediato ou o mais rápido possível.

Dessa forma, se mostra relevante ter umplano dental empresarial, que pode ser muito útil para realizar procedimentos cobertos por esse plano, identificando os possíveis motivos do mau hálito, bem como evitá-lo, visto que as consultas podem ser feitas com mais agilidade e o acompanhamento é mais adequado.

Por esse motivo, no decorrer deste artigo, será discorrido sobre a importância de como manter hábitos higiênicos constantes ajudam, não somente na questão saúde, mas também na questão mental, ajudando em sua autoestima e em outros aspectos.

O que é mau hálito e como ele é causado

Conhecido também como halitose, é uma sensação de mau odor após a alimentação, o sono, durante a interação, ou mesmo sem aparente justificativa.

No caso do odor proveniente de alimentos, sendo mais “momentâneo”, o problema pode ser resolvido/amenizado com uma bala sabor menta, uma boa escovação ou com um enxágue bucal.

Contudo, quando tem origem em inflamações, refluxos, sistema digestivo ou outros aspectos de saúde, os cuidados precisam ser mais específicos, por isso vem sendo discutida a inclusão de tratamentos diversos e avaliações necessárias junto ao odonto empresarial e clínicas médicas, de modo a otimizar o tratamento.

O diagnóstico é realizado pelo dentista, normalmente no começo de cada consulta, em que é feito um check-up geral.

Assim, é fácil perceber quando o paciente está passando por uma halitose, tendo em vista que mesmo após escovar os dentes, o cheiro desagradável continua.

De modo geral, a halitose pode ser causada por alguns fatores, como:

1.   Infecção na boca, garganta e/ou nariz

Problemas como sinusite, em que pode haver muita secreção de pus, tendem a potencializar o mau hálito, impactando até nos gostos.

Além disso, as bactérias se proliferam na mucosa da garganta, por exemplo, deixando sua boca com um odor desagradável.

2.   Boca seca

A produção de saliva influencia na saúde bucal, bem como em seu hálito.

Com isso, ela ajuda a remover sobras indesejáveis de alimentos presos na estrutura e não digeridos corretamente, que também podem ocasionar o mau odor.

A salivação também ajuda na regularização do ph e mucosa oral, substâncias úteis para evitar a proliferação de bactérias causadoras de inflamações e maus odores.

A boca seca pode ter origem em diferentes aspectos, como hidratação inadequada, pela influência de medicamentos e/ou problemas hormonais.

Por esse motivo, a hidratação e acompanhamento profissional são cruciais para identificar a predisposição e tornar a cavidade um local menos propício para a proliferação de bactérias, evitando a halitose e inflamações.

3.   Tabagismo e alcoolismo

Esses produtos são responsáveis por causar grande prejuízo à sua saúde e à sua respiração.

Além disso, eles podem secar mais ainda sua boca, desenvolvendo problemas como gengivite, por exemplo, que também causa halitose.

4.   Muitas horas sem comer

É muito comum que, ao acordar, ocorra a sensação de “gosto estranho” na boca e a presença de um odor desagradável.

Isso ocorre porque durante o sono há a redução no consumo de alimentos, havendo uma maior ação do organismo. Do mesmo modo, há a baixa produção salivar e até uma maior disposição da respiração bucal, que resseca a cavidade.

Tais fatores em conjunto facilitam o processo de fermentação das bactérias presentes na boca, além de degradar corpos cetônicos (responsáveis pela produção de energia), resultando no mau hálito.

Assim, cuidar ou prevenir essas complicações são importantes, seja por meio da alimentação e higienização da cavidade antes do período de sono, ou mesmo pela avaliação recorrente com o odontologista.

Portanto, é preciso procurar e compreender os processos para a marcação de consultas e até os beneficios plano odontologico empresas, bem como o período necessário para os retornos – como os check-ups semestrais.

Tratamento da halitose

Por se tratar de halitose, problema majoritariamente decorrente de má higienização bucal, o primeiro passo é que você mude sua rotina de escovação dentária.

Deste modo, escovar os dentes pelo menos três vezes durante o dia, utilizando fio dental e enxaguante bucal é crucial para uma higienização, considerando os produtos corretos e a calma necessária durante a escovação.

Além disso, tomar muita água e evitar cafeína, pois compromete a produção salivar, são outras medidas necessárias para equilibrar a mucosa e manter sua saúde e hidratação.

Do mesmo modo, após adotar esses procedimentos básicos em casa para o cuidado com a saúde bucal, é preciso manter a rotina de avaliações profissionais com o plano odontologico para MEI.

Inclusive, se os problemas orais persistirem após a higienização regular e correta, é crucial realizar uma consulta odontológica mais urgente para compreender quais as possíveis origens do mau hálito, visto que as inflamações são mais prováveis.

É recomendado que as consultas odontológicas já estejam presentes em sua vida, principalmente para prevenir que essas complicações se intensifiquem.

Benefícios de realizar consultas recorrentes

Dessa forma, é possível concluir que o acompanhamento de profissionais odontológicos é fundamental para uma saúde e higienização bucal ampliadas e supervisionadas/orientadas.

Além disso, você ainda pode prevenir o agravamento de doenças mais perigosas como:

  • Cáries;
  • Gengivite;
  • Doenças periodontais;
  • Placa dental.

Portanto, fica fácil de perceber que quando você se preocupa com sua saúde bucal, você também consegue adquirir uma vida melhor e mais saudável, em geral, visto que a saúde mental e crônicas também podem ser melhoradas com tais cuidados.

O apoio de assistências pode ser um importante diferencial neste ponto, visto que serviços como o plano dentario para MEI possibilita tratar problemas bucais assim que surgem, bem como identificar fatores que podem ocasionar problemas antes mesmo que estes surjam.

Lembre-se que, inicialmente e com o acompanhamento correto, diversas doenças podem ser controladas, reduzindo riscos de complicações e problemas mais graves, como a própria halitose que pode ser indício de outras inflamações.

Afinal, mesmo quando quadros mais simples, se não for tratada, poderá virar uma doença mais perigosa.

Por isso, o acompanhamento profissional para orientação é de suma importância, evitando doenças e contribuindo para a autoestima e, consecutivamente, aumentando a confiança.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.