As dores de cálculo renal são constantemente retratadas como as mais intensas que um ser humano pode sentir, sendo muitas vezes comparadas com queimaduras, fraturas ósseas e o parto. O que pouca gente sabe é que o tamanho da pedra no rim influencia no tratamento e na cura da doença. O tamanho da pedra no rim, por exemplo, pode definir se o paciente fará ou não uma cirurgia de pedra nos rins a remoção das pedras.

Prevenção para pedras nos rins

Qualquer pessoa pode desenvolver pedras nos rins. Se o tamanho da pedra no rim for pequeno, medidas de prevenção ajudam o corpo a eliminar, naturalmente, o cálculo. A boa notícia é que elas podem ser evitadas com pequenos cuidados prévios, relacionados ao corpo e a alimentação. São eles:

  • Beber bastante água: além de manter o corpo hidratado, a água irá auxiliar no bom funcionamento dos rins, evitando o desenvolvimento das pedras;
  • Boa alimentação: ter uma dieta baseada em legumes, verduras e frutas é essencial para que o corpo consiga obter os nutrientes que o fortalecem e manter o bom funcionamento dos órgãos;
  • Praticar atividades físicas: o sedentarismo está ligado a diversas causas de doenças, entre elas, as pedras nos rins. Ter uma rotina de atividades físicas é importante para a saúde do corpo;
  • Consultar regularmente um médico: a prevenção de doenças e seu diagnóstico no estágio inicial é o maior aliado de um tratamento eficaz e do sucesso na cura.

É importante que você se atente aos cuidados com seu corpo para a prevenção do cálculo renal. Algumas medidas rotineiras podem ajudar a manter sua saúde e evitar os contratempos de uma doença. Ou mesmo para que o tamanho da pedra no rim seja pequeno e de fácil eliminação. Observe, por exemplo, a qualidade da sua urina: com os rins saudáveis, a urina costuma ser clara, quase transparente, e com pouco odor.

O que é cálculo renal?

O cálculo renal é formado pelo acúmulo de substâncias que não foram eliminadas pelos rins. Essas substâncias são sais minerais como sódio, cálcio e ácido úrico que se acumulam, se cristalizam e formam as pedras nos rins. O tamanho da pedra no rim influencia no tipo de tratamento adequado para a doença, como já dissemos.

A genética influencia diretamente na formação das pedras nos rins, mas há outros fatores que provocam a formação de cálculo renais. São eles:

  • Má alimentação: se a boa alimentação previne as pedras nos rins, a má alimentação favorece sua formação. Alimentos processados — como salsicha, presunto e salgadinhos — estão entre os maiores vilões dos rins;
  • Pouco consumo de água: para que as substâncias em excesso sejam eliminadas de forma natural pelo corpo, é preciso beber água em boa quantidade;
  • Doenças como hipotireoidismo, diabetes, hipertensão: algumas doenças podem afetar o bom funcionamento dos órgãos. Se você sofre de alguma dessas doenças citadas, é importante sempre acompanhar a saúde de seus rins.

Muitas vezes, a depender do tamanho da pedra no rim e de sua localização, o paciente sequer sente dores e as pedras são eliminadas naturalmente pela urina. Contudo, se o tamanho da pedra no rim for de 5 milímetros ou mais e, principalmente, se a pedra se localizar na uretra (entre o rim e a bexiga), outros sintomas podem se apresentar:

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dor e sangramento ao urinar;
  • Urina avermelhada, rosada ou marrom;
  • Vontade constante de urinar.

Tratamento para pedra nos rins

Se o tamanho da pedra no rim for igual ou maior que 5 mm, há algumas opções de tratamento, desde medicamentos até uma cirurgia de pedras nos rins. Geralmente, pedras entre 5mm e 10mm podem ser eliminadas com medicamentos apenas. Já se o tamanho da pedra no rim for entre 10mm e 15mm ou que se localizam no canal da uretra, não são eliminadas somente com medicamentos, sendo necessária a intervenção cirúrgica.

A boa notícia é que hoje em dia, com as cirurgias a laser, esse procedimento se tornou bem menos invasivo, não deixando sequer cicatrizes, independentemente do tamanho da pedra no rim. Com um laser, inserido pela uretra, as pedras nos rins podem ser fragmentadas, auxiliando o corpo a expeli-las.